segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Grande Prémio Fim da Europa 2015

Aí estava ela! A minha prova favorita aqui em Portugal e ainda por cima num dia de sol tão bom que permitia ver toda a paisagem envolvente durante a corrida.

Ora, mas ainda antes de descrever a prova em si umas pequenas palavras sobre a semana e as horas que antecederam a mesma.

Depois de mais uma semana a carregar nos quilómetros metidos em treino (onde num dos treinos em que estava em a correr em modo automático às 6 da manhã e no meio do mato onde eu corro vejo um cão a saltar para cima de mim sem qualquer aviso, levando-me a dar um berro tipo filme assustador e uns berros para o raio do bicho se ir embora) as ordens eram para fazer esta prova em ritmo de treino sem forçar porque o que interessa vem lá mais para a frente e não vale a pena andar a estragar tudo em apenas um dia...

Antes da prova estava a fazer com o aquecimento com o meu púpilo João Jorge (Brilhante 5º lugar! Parabéns puto!) quando aparece o Vítor Oliveira (outra vez uma prova fantástica!) e o Ricardo Cabo (excelente!), tudo malta do Strava e dos blogues e lá fomos nós rolar devagarinho para fazer um aquecimento meio manhoso antes da prova.

Sabendo que a prova era para fazer a ritmo de treino e sem forçar sabia que ia perder imenso tempo em tudo o que não fosse a subir a sério daqui que não fosse com nenhuma ambição em termos de tempo, nem classificação. Dado o tiro de partida lá seguiu o pelotão e nos 3 kms iniciais engatei no ritmo e fui por ali fora na companhia da Sandra Teixeira que acabaria por vencer a prova feminina. Assim que se meteu a zona mais ou menos plana ela seguiu e eu deixei-me ir no ritmo estipulado. Daí até aos 7 km foi ver toda a gente a passar por mim. Custou-me não poder andar mais, mas tive de meter a calma.

Aos 7 km passou por mim um antigo colega do futebol (Bruno Luís) e decidi fazer-lhe companhia e ajudá-lo a subir até aos 10 km para depois fazer de lebre na descida final. Sei que algures a meio da subida e com uns palavrões à mistura ele achou estranho eu estar a subir sem transpirar e com a respiração normal. Depois de ele insistir comigo para não ficar à espera dele na rampa mais complicada quis fazer uma pequena aceleração para ver como estavam a reagir as pernas às subida e foi fazer um pique até acabar a subida e começar a transição para a descida. Depois de esperar que o Bruno se viesse novamente ter comigo na descida era alturar de treinar algo que sei que não é a minha especialidade e que desde a minha ida para o Canadá tenho tentado melhorar, especialmente através de exercícios de flexibilidade e técnica: as descidas.

Como parte do treino envolvia forçar um pouco na descida final lá aumentei o ritmo e aí sim fui buscar muita gente que tinha passado por mim. Basta ver que passei aos 5 km em 66º, aos 10 km em 75º e no final cortei a meta em 44º, com o tempo de 1:10:28.
Se calhar já é altura de fazer esta barba!
No final estava soltinho, sinal que as pernas, após 7 meses sem verem uma subida decente no Canadá, estão a responder bem à mudança de ambiente. Custou-me não poder ter feito a prova em ritmo livre, pois do modo como me estava a sentir era capaz de ter saído qualquer coisa de jeito. Mas enfim, para o ano há mais! Além disso, este ano tive tempo para olhar para tudo em meio redor e o tempo ajudou bastante!

E pronto agora é continuar a treinar que no fim de Fevereiro vem a primeira prova a sério! A ver se escrevo qualquer coisa nos entretantos para não deixar o blogue parado e sem vida :)

Até à próxima, bons treinos e melhores corridas!


12 comentários:

  1. Em ritmo de treino e um tempo desses! :)

    Qual é a prova no fim de Fevereiro?

    Um abraço e força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado João!

      Em princípio e se tudo correr bem será o Nacional de Corta-Mato curto. Vai ser giro tentar andar atrás da malta que corre a sério :)

      Abraço

      Eliminar
  2. :O em ritmo de treino, sotinho, sem transpirar... vai-te lixar anda!! eheheh Tenho pena de não vos ter visto antes da partida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahah pois é Filipe, estava a sentir-me bem daí achar que se fosse para ritmo de prova podia fazer alguma coisa engraçada :)

      A ver se noutra prova nos encontramos!

      Abraço.

      Eliminar
  3. Ora aqui está... algo indecente....
    em ritmo de treino e tal e fiz apenas um tempo de 1:10 :O
    aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii minha nossa eheheheheh
    Excelente prova!!! Muito bom!!!

    Diga lá mas é qual é a próxima prova :P

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Piolha! :)
      É sinal que os treinos estão dar os resultados pretendidos :p

      Em princípio será o Nacional de Corta-Mato curto.

      Beijinho

      Eliminar
  4. Gozar com o cara...go :):):) ..muito bom...assim em treino, soltinho :) ...força aí para o Nacional de Corta Mato curto ...são quantos km?
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah os treinos andam a correr bem e depois fica mais fácil em prova :)

      No Nacional são 4 km. É carregar no acelerador do princípio ao fim.

      Abraço

      Eliminar
  5. Isto é que é um treino! Para o ano vais lá a sério e deixas me para trás com facilidade :p

    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah Não me parece se te conseguir acompanhar já é bem bom ;)

      Abraço.

      Eliminar
  6. Atleta de elite é assim! Que maquina!
    Um belo treino campeão!
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Jorge!

      Sinal que os treinos andam a correr bem :)

      Abraço

      Eliminar